ELOGIOS AOS NOSSOS FILHOS!

11:56


Olá, mamães, tudo bem? Vocês, assim como eu, estão com a galerinha em casa, curtindo o período restante de suas merecidas férias, não é mesmo? Hoje gostaria de conversar com vocês sobre os elogios. Não a nós, mas sim a esses meninos e meninas, que são nossa razão de viver! Elogio faz bem a todos, e aos nossos filhos então... quais são as palavras, que estamos dizendo a eles? Como está nosso relacionamento, no dia a dia? Eles são, inteligentes, questionadores, e as vezes sabem coisas que nós nem imaginamos, mas apesar de todo este avanço, a boa relação com os pais deve ser mantida. Afinal, hoje os problemas podem ser outros, que muitos de nós nem tivemos, porém, a angústia é a mesma. A necessidade de ter os pais ali, dizendo: eu te amo, e claro demonstrando este amor, tem a mesma importância de outros tempos. Claro, que não iremos apenas elogiar, é preciso que se tenha um conjunto de atitudes para que eles saibam que, o elogio virá, quando for realmente verdadeiro. Não adiantam, os elogios de graça, lembre-se que eles não são bobinhos, pelo contrário, estão atentos a cada atitude nossa, e também prontos a nos cobrarem, assim que dermos uma derrapada. Falo do elogio sincero e verdadeiro, aquele que irá edificar as próximas atitudes de nossos filhos, aquele, que poderá ser mais eficaz que um castigo. As vezes, vejo cenas em que me arrepio, com tamanha crueldade com que algumas mães e pais também, tratam seus filhos, e não estou falando apenas fisicamente não! Palavras, que humilham, que judiam mesmo, e que muitas vezes ferem mais que um tapa - os dois juntos então, deixam marcas para o resto da vida, e com graves consequências. Devemos ser firmes, porém, com amor, e devemos reconhecer quando acertarem, mostrarmos que suas atitudes são de nosso interesse, e que tudo o que os envolve tem importância para nós. As aulas, já estão para começar, eles irão passar por algumas dificuldades, assim como nós, porém, estas serão oportunidades para que possamos mostrar todo o nosso amor, ajudá-los a superar. Claro que todos os pais desejam que seus filhos tenham notas excelentes, e nem pensar em sermos chamados até a escola, mas se isso acontecer, transforme a cobrança e a bronca, em uma boa conversa, uma oportunidade para que seu filho se abra com você. Mostre a ele, que você é alguém em quem ele pode confiar, ou então com certeza ele cairá em armadilhas disfarçadas de cuidados, pois não terá outra opção para recorrer, lembre-se que a primeira opção, deverá ser seus braços, seu amor e seu apoio.

* Se você teve um ano difícil com seu(a) filho(a), tem agora a chance de mudar a imagem que ficou. Procure acompanhar o dia a dia dele(a), não sinta-se culpado(a) por não estar presente fisicamente o tempo todo, mas não tente recompensar estas ausências com coisas materiais, nunca.

* Não veja somente os erros de seu(a) filho(a), reconheça suas qualidades, seus acertos. Corrija-o quando necessário, é seu dever, porém, elogie sinceramente quando ele realmente merecer e estiver precisando que este elogio venha de você.

* Mantenha contato com seu(a) filho(a), use as ferramentas tecnológicas a favor de vocês, se não pode estar presente fisicamente, esteja através das redes sociais, por um telefonema, enfim, são tantos os meios de comunicação que não existe desculpa para os pais não estarem conectados a vida dos filhos.

* Abrace, beije, ELOGIE, converse, brinque, corrija, apoie e ELOGIE...

* Hoje você já disse que o(a) ama? Não? E está esperando o quê? Ligue, mande um e-mail, mande mensagens, talvez ele esteja on-line! E se puder estar pertinho, coloque-o(a) em seu colo, afinal eles sempre cabem em nosso colo independente da idade, diga a importância que ele(a) tem em sua vida! Se for preciso, conte histórias de quando eram pequenos(as), é sério! Claro que não será na frente dos amigos dele(a), mas só com você, pode.

Tenha diálogo com seu(a) filho(a), conheça seus objetivos, seus desejos, seus sonhos! Oriente este seu presente, ele(a) precisa de você! Seja firme, com amor, discernimento, reconhecimento e alegria!

Beijos, e até logo!
Michele




You Might Also Like

0 comentários

Like us on Facebook